19.3 C
Canoas
quinta-feira, dezembro 9, 2021

Safra dos ventos contribui para manter abastecimento de energia do Brasil

Must read

Solange Almeida e Xand Avião se reconciliam após anos de briga

A antiga dupla da banda Aviões do Forró, Solange Almeida e Xand Avião, impressionaram os fãs na madrugada desta terça-feira depois de fazerem as...

Marcelo Adnet comemora primeiro ano da filha com foto inédita

O comediante Marcelo Adnet utilizou seu perfil do Instagram para celebrar uma data mais que especial. Alice, fruta da união entre Adnet e Patrícia...

“Amigas da Lud” vai reunir famosas e atletas locais para uma partida de futebol beneficente

Partida tem como objetivo reverter parte da renda arrecadada para institutos e fundos sociais Pela primeira vez na história, a cidade de Ribeirão Preto receberá...

História secreta de amor com Ayrton Senna é tema da autobiografia que chega ao Brasil

A italiana Cristina Pensa lança sua autobiografia no Brasil onde narra, entre tantos desafios ao longo da vida, seu romance secreto com o ex...

São Paulo, setembro de 2021 – O segundo semestre do ano é considerado o período com os melhores ventos no Brasil e os meses de junho a novembro são o ápice do que o mercado classifica como safra dos ventos. Especialmente neste ano que o país atravessa uma das mais severas crises hídricas de sua história, a fonte eólica tornou-se imprescindível para garantir o fornecimento de energia. 

Durante a safra dos ventos, o país registra recordes de geração e em agosto deste ano não foi diferente. A fonte gerou 11.680 MW médios assegurando 104,4 de toda a demanda da região nordeste que foi atendida pela energia dos ventos, segundo dados do Operador Nacional do Sistema (ONS). Atualmente, a geração eólica é responsável por mais de 10% da energia  injetada consumida no Brasil e a expectativa é que durante este período de ventos mais constantes e fortes a fonte aumenta a participação na matriz se aproximando de 20%. 

“Nós vamos expandir a capacidade instalada para 30 GW até 2024. Isto, com base em contratos de leilões já realizados e obras em andamento, não são apenas expectativas. Temos adicionado, em média, 3 GW de capacidade instalada por ano”, afirma Élbia Gannoum, presidente da Associação Brasileira de Energia Elétrica (Abeeólica).

“A capacidade contratada da fonte eólica, segundo dados da Abeeólica, é de 10,9 GW, provenientes de 305 empreendimentos, esses números evidenciam que a geração por meio dos ventos permanecerá sendo estratégica para o Brasil nos próximos anos”, adianta  Renato Amaral, sócio da RFA Holding e fundador da Renova Energia, uma das pioneiras na geração eólica no país. O executivo arremata que o investimento na diversificação da matriz foi fundamental para garantir o abastecimento do país em meio a atual crise de hidroeletricidade.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Solange Almeida e Xand Avião se reconciliam após anos de briga

A antiga dupla da banda Aviões do Forró, Solange Almeida e Xand Avião, impressionaram os fãs na madrugada desta terça-feira depois de fazerem as...

Marcelo Adnet comemora primeiro ano da filha com foto inédita

O comediante Marcelo Adnet utilizou seu perfil do Instagram para celebrar uma data mais que especial. Alice, fruta da união entre Adnet e Patrícia...

“Amigas da Lud” vai reunir famosas e atletas locais para uma partida de futebol beneficente

Partida tem como objetivo reverter parte da renda arrecadada para institutos e fundos sociais Pela primeira vez na história, a cidade de Ribeirão Preto receberá...

História secreta de amor com Ayrton Senna é tema da autobiografia que chega ao Brasil

A italiana Cristina Pensa lança sua autobiografia no Brasil onde narra, entre tantos desafios ao longo da vida, seu romance secreto com o ex...

Samara Felippo relembra tempos de TV Globo: “Eu não parava de trabalhar”

Samara Felippo foi a convidada do Podcast Mais que 8 Minutos, de Rafinha Bastos, da última quinta-feira (2). A atriz, que coleciona diversas participações em novelas e...