16.5 C
Canoas
sábado, maio 28, 2022

Renova Energia se reposiciona no mercado de geração e centralizará em negócios com as fontes eólica e solar

Must read

Homem mais rico da Ucrânia diz que vai processar Rússia por US$ 20 bi

O bilionário ucraniano Rinat Akhmetov, que tem uma fortuna avaliada em US$ 4,5 bilhões, segundo a Forbes, quer processar a Rússia por danos causados...

Pai que abusou sexualmente dos filhos é preso em operação policial

Um homem, 59 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (24/5), durante a Operação Crueldade, no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Segundo...

Pablo Marçal declara guerra a Silas Malafaia: “Você é um bandido”

O pré-candidato à Presidência da República, Pablo Marçal, declarou guerra ao pastor Silas Malafaia. O que provocou essa decisão foram as críticas que o...

Governo estima caixa dos Estados em R$ 172 bi e pressiona por redução do ICMS do diesel

Os Estados acumularam 172 bilhões de reais em caixa diante de dados exuberantes de arrecadação e aumento nas transferências do governo federal, segundo números...

São Paulo, setembro de 2021 – A Renova Energia é uma das precursoras no Brasil da geração de energia renovável. A empresa foi a principal referência no setor e agora anunciou que está se reposicionando no mercado retomando sua vocação inicial de geradora por meio da fonte eólica, da qual detém 5 GW em projetos em andamento. Projetos solares também serão alvo de investimentos da empresa que atualmente possui um pipeline extremamente atrativo. 

O novo posicionamento da Renova ocorre em um momento que o Brasil atravessa a maior crise hídrica dos últimos 90 anos, conjuntura que favorece aportes em empreendimentos de outras fontes. Para se concentrar nos negócios eólicos e solares, a empresa vendeu recentemente seus ativos em PCHs e a transação injetará entre R$ 230 milhões e R$ 250 milhões no caixa da geradora de energia. O negócio está previsto para ser concluído até o fim de 2021. “Os recursos serão direcionados para os projetos que a companhia possui em carteira e para finalizar a construção parque eólico Alto Sertão III, que encontra-se com 90% das obras concluídas”, destaca Renato Amaral, sócio da RFA Holding e fundador da Renova Energia.

“O Alto Sertão III terá 430 MW mas a subestação que temos tem capacidade de escoamento de 1 GW, podemos agregar outros projetos na mesma subestação e ainda teremos nosso centro de operações”, declarou Marcelo Milliet, CEO da Renova, em entrevista ao Canal Energia. Segundo o executivo as obras estão ocorrendo conforme o cronograma e o cenário atual contribui para que órgãos ambientais e reguladores contribuam com a celeridade dos processos de aprovação do empreendimento. A previsão é que o Alto Sertão III comece a gerar agora em outubro e, até dezembro deverá atingir 170 MW de potência. O funcionamento pleno do parque eólico está previsto para abril de 2022 quando produzirá 430 MW de capacidade.

A execução do plano de negócio permitirá que a geradora de energia retome os investimentos em um setor no qual sempre foi sua vocação natural.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Homem mais rico da Ucrânia diz que vai processar Rússia por US$ 20 bi

O bilionário ucraniano Rinat Akhmetov, que tem uma fortuna avaliada em US$ 4,5 bilhões, segundo a Forbes, quer processar a Rússia por danos causados...

Pai que abusou sexualmente dos filhos é preso em operação policial

Um homem, 59 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (24/5), durante a Operação Crueldade, no Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Segundo...

Pablo Marçal declara guerra a Silas Malafaia: “Você é um bandido”

O pré-candidato à Presidência da República, Pablo Marçal, declarou guerra ao pastor Silas Malafaia. O que provocou essa decisão foram as críticas que o...

Governo estima caixa dos Estados em R$ 172 bi e pressiona por redução do ICMS do diesel

Os Estados acumularam 172 bilhões de reais em caixa diante de dados exuberantes de arrecadação e aumento nas transferências do governo federal, segundo números...

Globo fecha patrocínio inédito e fatura primeiro bilhão com Copa do Mundo

A Globo fechou nesta semana o seu quinto patrocinador para as transmissões da Copa do Mundo do Catar, que acontece em novembro. A Samsung...