30.6 C
Canoas
terça-feira, março 2, 2021

Rodas de samba do Rio se animam de novo ao ritmo do ‘novo normal’

Must read

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Pessoas usando roupas e equipamentos de proteção contra o coronavírus Sars-CoV-2 andam em meio a túmulos de vítimas da Covid-19 no cemitério Nossa Senhora...

Grupo Cash ajuda na regularização do CNPJ; saiba como

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

16 capitais têm multa para a falta de máscara; são mais de 8 mil punições aplicadas em todo o país

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório no Brasil. Objetivo é diminuir a transmissão da Covid-19, que ocorre principalmente pelo ar. Especialista diz...

Gilberto, do BBB21, é aprovado em segundo PhD nos Estados Unidos

Doutorando em Economia, o pernambucano Gilberto Nogueira vai ter mais uma surpresa quando deixar o BBB21. O brother conquistou mais uma bolsa para PhD, na University of California, Davis. A informação...

Foram meses de espera e o percussionista Luiz Augusto de Lima estava contando os dias para fazer o que mais gosta. Mas, para a volta presencial, o Samba do Trabalhador precisou mudar o formato das apresentações. A roda, que acontece há mais de 15 anos, está proibida — o público não fica mais ao redor dos músicos. Agora, os artistas vão se apresentar em um palco de frente para a plateia em formato de show. E os ingressos serão vendidos antecipadamente pela internet.

Para Moacyr Luz, músico e fundador do grupo, está longe de ser uma roda de samba carioca. “É uma coisa meio de concerto, né, não tem a naturalidade da roda. Mas o samba tá rolando, né?”, disse. A médica infectologista Melissa Valentini ressalta a importância de manter os cuidados. “A pandemia não acabou e pelo o que estamos vendo não vai acabar tao cedo. A gente precisa do apoio da população para que entenda a importância de manter esses cuidados, né?”

Para a frequentadora de carteirinha Cristina Barreto, de 39 anos, a volta do samba do trabalhador é um alívio em meio a pandemia. “A união de um povo, defesa de uma tradição. Traz uma alegria imensurável. Estar aqui é uma questão de saúde mental, sabe?” O evento, que acontece nas tardes das segundas-feiras, só poderá receber 50% da capacidade máxima de lotação.

*Com informações da repórter Hanna Beltrão

- Advertisement -

More articles

Latest article

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Pessoas usando roupas e equipamentos de proteção contra o coronavírus Sars-CoV-2 andam em meio a túmulos de vítimas da Covid-19 no cemitério Nossa Senhora...

Grupo Cash ajuda na regularização do CNPJ; saiba como

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

16 capitais têm multa para a falta de máscara; são mais de 8 mil punições aplicadas em todo o país

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório no Brasil. Objetivo é diminuir a transmissão da Covid-19, que ocorre principalmente pelo ar. Especialista diz...

Gilberto, do BBB21, é aprovado em segundo PhD nos Estados Unidos

Doutorando em Economia, o pernambucano Gilberto Nogueira vai ter mais uma surpresa quando deixar o BBB21. O brother conquistou mais uma bolsa para PhD, na University of California, Davis. A informação...

Contar o tempo ou calorias gastas?

Foram elencadas pessoas que se alimentavam em média por 15 h por dia. Eles foram divididos em 2 grupos: um grupo que passou a...