15 C
Canoas
sábado, setembro 18, 2021

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Must read

Após vitória de 6 a 0 contra o Serrano, Sete de Setembro é classificado para o segundo turno

Após vencer o Serrano com um placar de 6 a 0 em partida no último domingo (12), o Sete de Setembro foi classificado para...

Sete de Setembro garante a classificação para o segundo turno

O diretor de futebol de base do Sete de Setembro,  Robson Ouro Preto, comemorou a classificação do time sobre o Serrano, com o resultado de...

Eólicas sustentam abastecimento de energia do Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento...

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil, sendo que as regiões Norte e Centro-Oeste são aquelas onde a qualidade do serviço prestado é menos adequada. Uma das razões são as sensíveis diferenças do padrão de rede, da infraestrutura e das características de atendimento, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

No entanto, para os 84 mil moradores da região de Rio Verde, em Goiás, este problema em breve fará parte do passado. E mais uma vez a GES Logística, sob a liderança de Frederico Sanchez Resende, tem participação em um importante projeto de abastecimento energético, que é a construção da Subestação Ipê, em Rio Verde.

Segundo o CEO da GES Logística no Brasil, Frederico Resende, a principal atuação da empresa na construção da subestação foi por meio da logística door to door, além de todo o trabalho projetado visando a finalização do “linhão” de transmissão de energia, de forma ágil e eficiente. 

“Foi uma operação detalhada e repleta de etapas, que demandam tempo e muita dedicação para o acompanhamento. Isso sem contar toda a tecnologia de que dispomos, o que faz muita diferença quando aliada ao nosso conhecimento e experiência de operações”, destaca Frederico Resende.

A construção da nova subestação em Rio Verde, prevista para ser entregue ainda este ano, contou com investimento de R$ 13,3 milhões da Enel Distribuição Goiás. Serão dois transformadores de 25 MVA cada, o que acrescentará 50 MVA de potência ao sistema elétrico da região, tendo capacidade para fornecer energia para 50 mil residências. Também estão sendo construídos 46,1 quilômetros de redes de distribuição, que levam a energia da subestação para a população atendida.

Para Frederico Resende, participar desse importante projeto é mais um motivo de orgulho para a GES Logística. “A região de Rio Verde é uma das mais ricas e produtivas do estado de Goiás. É crescente a demanda de energia naquela localidade, e a Subestação Ipê irá supri-la. É muito gratificante fazer parte de mais um projeto voltado à melhoria do fornecimento de energia”, afirma.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Após vitória de 6 a 0 contra o Serrano, Sete de Setembro é classificado para o segundo turno

Após vencer o Serrano com um placar de 6 a 0 em partida no último domingo (12), o Sete de Setembro foi classificado para...

Sete de Setembro garante a classificação para o segundo turno

O diretor de futebol de base do Sete de Setembro,  Robson Ouro Preto, comemorou a classificação do time sobre o Serrano, com o resultado de...

Eólicas sustentam abastecimento de energia do Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento...

Haters, o exército invisível que dissemina ódio na internet e não poupa ninguém de seus ataques

As redes sociais aproximaram os artistas dos fãs. E dos haters, também. Aquele exército invisível que dissemina ódio na internet, atingindo famosos e anônimos...