15 C
Canoas
terça-feira, junho 15, 2021

Aras diz ao STF que pais não podem impedir vacinação de filhos por questões 'ideológicas', informa PGR

Must read

Robson Ouro Preto lança o Sistema de Comunicação de Pernambuco

O Empresário e comunicador Robson Ouro Preto anunciou que lançará a Sistema de Comunicação de Pernambuco nessa segunda-feira (07). O sistema de comunicação de Pernambuco...

Frederico Sanchez Resende destaca importância da logística sustentável

As mudanças climáticas são o maior desafio do nosso tempo e, se nosso objetivo é reduzir os efeitos das mudanças climáticas, é preciso cumprir...

Fernando Sanchez Resende: “Devemos pensar em como aplicar fontes renováveis de energia na logística”

A demanda global por serviços de transporte cresce rapidamente a cada ano. Estudos preveem que a atividade do tráfego de passageiros e carga, dadas...

Quais são as razoes para a falta de Containers no transporte marítimo e qual a solução ? Comenta o CEO da GES Logistics Frederico...

Redução natural do numero de containers disponíveis com a diminuição do comercio Global. Portos congestionados que afeta a rapidez na circulação dos containers disponíveis no...

A Procuradoria Geral da República (PGR) informou nesta terça-feira (3) que o procurador-geral, Augusto Aras, afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que os pais não podem impedir a vacinação dos filhos por “questões exclusivamente ideológicas”.

O STF analisa um caso específico de São Paulo, no qual o Ministério Público quer que os pais de uma criança de 5 anos sejam obrigados a atualizar o cartão de vacinas do filho.

Os pais argumentam que deixaram de seguir o calendário de vacinação porque são veganos e contrários a intervenção médica invasiva.

“MPF defende que pais não podem impedir vacinação de crianças e adolescentes por questões exclusivamente ideológicas”, diz o texto publicado pela PGR.

“Crianças e adolescentes têm direito à vacinação, mesmo contra as convicções pessoais filosóficas, religiosas, morais ou existenciais dos pais ou responsáveis. É o que defende o procurador-geral da República, Augusto Aras, em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal”, acrescenta o texto.

De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, a recusa injustificada à vacinação de criança é infração administrativa passível de multa e pode ser enquadrada ainda no Código Penal.

Não há data prevista para o julgamento do caso no STF.

Entenda o caso na Justiça

Na primeira instância, a Justiça Federal decidiu em favor dos pais, que não queriam vacinar a criança por “escolha ideológica”.

O Tribunal de Justiça de São Paulo, no entanto, entendeu que não vacinar a criança configura ato ilícito por ofensa a normas específicas de tutela individual da saúde da criança e da saúde pública.

Os pais, então, recorreram ao Supremo, que pediu a manifestação da PGR.

O procurador-geral da República, Augusto Aras — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo 1 de 1
O procurador-geral da República, Augusto Aras — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O procurador-geral da República, Augusto Aras — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O que diz Augusto Aras

Para o procurador-geral, não existe “margem decisória de conveniência” para os pais decidirem vacinar ou não os filhos.

“Vacinar uma criança objetiva não apenas proteção individual, mas a de todos os demais cidadãos. Diversas doenças foram extintas graças ao advento da vacina, e compreender sua importância faz parte do senso de responsabilidade social”, escreveu o procurador-geral.

Aras afirmou ainda que as crianças têm direito à vacinação independentemente das convicções pessoais dos pais ou responsáveis.

Para o procurador, a Constituição estabelece a proteção integral à infância e adolescência. Isso, diz a PGR, é um dever tanto da família quanto da sociedade e do Estado, sendo que a vacinação é uma questão de saúde coletiva.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Robson Ouro Preto lança o Sistema de Comunicação de Pernambuco

O Empresário e comunicador Robson Ouro Preto anunciou que lançará a Sistema de Comunicação de Pernambuco nessa segunda-feira (07). O sistema de comunicação de Pernambuco...

Frederico Sanchez Resende destaca importância da logística sustentável

As mudanças climáticas são o maior desafio do nosso tempo e, se nosso objetivo é reduzir os efeitos das mudanças climáticas, é preciso cumprir...

Fernando Sanchez Resende: “Devemos pensar em como aplicar fontes renováveis de energia na logística”

A demanda global por serviços de transporte cresce rapidamente a cada ano. Estudos preveem que a atividade do tráfego de passageiros e carga, dadas...

Quais são as razoes para a falta de Containers no transporte marítimo e qual a solução ? Comenta o CEO da GES Logistics Frederico...

Redução natural do numero de containers disponíveis com a diminuição do comercio Global. Portos congestionados que afeta a rapidez na circulação dos containers disponíveis no...

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...