16.8 C
Canoas
sábado, outubro 16, 2021

Renova Energia inicia novo ciclo e possui projetos que juntos somam 5 GW de energia eólica

Must read

Renova Energia recebe Licença Prévia do Inema para empreendimentos eólico e solar na Bahia

Localizado no centro-oeste do Estado o projeto será composto por 14 parques eólicos que juntos somam 576 MW de potência

Renova Energia focará sua atuação na geração eólica e possui 5 GW em projetos

São Paulo, setembro de 2021 – A fonte eólica possui 19,1 GW de capacidade instalada no Brasil e todo este volume abastece quase...

Projota apaga todos os posts do Instagram e dispara: “Momento mais turbulento”

O cantor já vinha afastado das redes sociais nas últimas semanas, mas surpreendeu os fãs ao excluir todas as imagens do seu Instagram. Aos...

Chico Buarque passa por cirurgia em hospital no Rio

Foto: Reprodução/Internet Aos 77 anos, o artista passou por uma cirurgia na coluna que durou cerca de seis horas e está, no momento, em recuperação...

São Paulo, setembro de 2021 – A Renova Energia, pioneira no Brasil na geração por fontes renováveis, anunciou recentemente a venda de sua participação na Brasil PCH por R$ 1,1 bilhão, além da comercialização da Espra pelo valor de R$ 265 milhões e ambas as operações evidenciam o início de um novo ciclo na empresa, fundamentado nos mais elevados padrões de governança corporativa. O plano de negócio da companhia envolve transações com os projetos que possui em carteira que juntos somam 5 GW de energia eólica, além de um competitivo “pipeline” solar. 

A estratégia da empresa é impulsionada pelo cenário atual da escassez hídrica que criou novas e excelentes oportunidades para ativos de geração renovável. Segundo Marcelo Milliet, CEO da Renova, em entrevista ao Canal Energia, a companhia focará sua atuação na geração de energia renovável, principalmente das fontes eólica e solar. “Temos mapeados projetos em termos de energia solar e um deles inclusive em Caetité, região que além de vento é rica em recursos solares. Além disso há sinergias. Alto Sertão III terá 430 MW mas a subestação que temos tem capacidade de escoamento de 1 GW, podemos agregar outros projetos na mesma subestação e ainda teremos nosso centro de operações”, disse o executivo ao veículo de comunicação. “Estamos olhando no entorno do NE onde há potencialidade de investimentos em solar, mas esse de Caetité deve ser o primeiro”, complementou.

A nova fase da Renova, após a venda de ativos hídricos (PCHS), envolve transações com seu pipeline de 5 GW de energia eólica, além da continuidade das obras do Alto Sertão III aliados a um modelo de governança corporativa sólido e fundamentado em transparência, equidade e responsabilidade empresarial. “O processo final das vendas dos ativos, previstos para o fim desse ano, permitirão que a Renova retome os investimentos e a partir de 2022 a companhia estará estruturada para atuar no mercado de forma mais competitiva”, afirma Renato Amaral, sócio da RFA Holding e fundador da Renova Energia.

Após a venda dos ativos a empresa terá em caixa entre R$ 230 milhões a R$ 250 milhões, montante que será destinado a acelerar o desenvolvimento de projetos eólicos e solares e para finalizar o complexo eólico Alto Sertão III, localizado no Sudoeste da Bahia, que atualmente encontra-se com quase 90% das obras concluídas.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Renova Energia recebe Licença Prévia do Inema para empreendimentos eólico e solar na Bahia

Localizado no centro-oeste do Estado o projeto será composto por 14 parques eólicos que juntos somam 576 MW de potência

Renova Energia focará sua atuação na geração eólica e possui 5 GW em projetos

São Paulo, setembro de 2021 – A fonte eólica possui 19,1 GW de capacidade instalada no Brasil e todo este volume abastece quase...

Projota apaga todos os posts do Instagram e dispara: “Momento mais turbulento”

O cantor já vinha afastado das redes sociais nas últimas semanas, mas surpreendeu os fãs ao excluir todas as imagens do seu Instagram. Aos...

Chico Buarque passa por cirurgia em hospital no Rio

Foto: Reprodução/Internet Aos 77 anos, o artista passou por uma cirurgia na coluna que durou cerca de seis horas e está, no momento, em recuperação...

Lady Gaga recusou Rock in Rio, diz Roberto Medina

Após o adiamento causado pela pandemia, o Rock in Rio será realizado no ano que vem e está surpreendendo o público com os artistas...