15.7 C
Canoas
sábado, maio 15, 2021

Regulamentação do novo Fundeb deve ampliar a oferta de creches nos municípios

Must read

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...

Frederico Sanchez Resende: Pandemia trouxe grandes desafios para empresas de logística

Não somente a vida das pessoas está sendo impactada pela pandemia do novo Coronavírus. Os setores da economia, incluindo o segmento de logística e...

Hiperleds: a maior fábrica de luminárias com mais de 800 itens no catálogo Completo

Há dez anos no mercado e com mais de oitocentos itens no catálogo, a Hiperleds é uma empresa que estar presente com atendimento para...

Polícia Militar realiza a operação “Grande ABC mais Seguro” na área do CPA-M6

Foi realizada em 27 de abril de 2021 uma grande Operação Policial na cidade de Santo André, área do 10ª Batalhão Metropolitano, com o...

A regulamentação do novo Fundeb, ainda sem prazo, deve ampliar a oferta de creches nos municípios com maior déficit. Em agosto, o Congresso Nacional aprovou a Proposta de Emenda da Constituição (PEC) que torna o fundo permanente e aumenta de 10% para 23% a participação federal nos recursos. O dinheiro é fundamental, pois garante dois terços dos investimentos dos municípios em educação. Em audiência na Câmara, nesta terça-feira,  03, o representante do Inep, Armando Simões, defendeu a melhoria da estrutura do ensino infantil.

O consultor do Banco Mundial no Brasil, Marcelo Fonte, destaca que o investimento na primeira infância dará resultados a longo prazo. “Põe a entrega efetiva de resultados educacionais no centro da discussão das transferências. A gente sai de uma espécie de ênfase no micro gerenciamento, no gasto, para a ênfase nos resultados, na capacidade das gestões públicas de entregarem resultados. Destaco também a introdução do ICMS para a educação, na PEC prevê que deve ser regulamentado em cada estado”, afirma. A secretária adjunta da Fazenda de Santa Catarina, Michele Roncalio, lembra que cabe às unidades da federação discutir a alocação dos recursos. Ela cita um projeto de lei que prevê a aplicação de 70% do Fundeb na remuneração de profissionais ativos. O PL, de autoria da deputada Professora Dorinha, do DEM do Tocantins, ainda está tramitando no Congresso Nacional.

*Com informações da repórter Camila Yunes

- Advertisement -

More articles

Latest article

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...

Frederico Sanchez Resende: Pandemia trouxe grandes desafios para empresas de logística

Não somente a vida das pessoas está sendo impactada pela pandemia do novo Coronavírus. Os setores da economia, incluindo o segmento de logística e...

Hiperleds: a maior fábrica de luminárias com mais de 800 itens no catálogo Completo

Há dez anos no mercado e com mais de oitocentos itens no catálogo, a Hiperleds é uma empresa que estar presente com atendimento para...

Polícia Militar realiza a operação “Grande ABC mais Seguro” na área do CPA-M6

Foi realizada em 27 de abril de 2021 uma grande Operação Policial na cidade de Santo André, área do 10ª Batalhão Metropolitano, com o...

Victor Capixaba é o novo reforço do São Caetano

O Centroavante Victor Capixaba de 28 anos, ex jogador do VilaVelhense é o novo reforço do São Caetano-SP. A equipe paulista que recentemente contratou o...