10.8 C
Canoas
sábado, maio 15, 2021

Pedidos de falência caem para o menor patamar em uma década

Must read

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...

Frederico Sanchez Resende: Pandemia trouxe grandes desafios para empresas de logística

Não somente a vida das pessoas está sendo impactada pela pandemia do novo Coronavírus. Os setores da economia, incluindo o segmento de logística e...

Hiperleds: a maior fábrica de luminárias com mais de 800 itens no catálogo Completo

Há dez anos no mercado e com mais de oitocentos itens no catálogo, a Hiperleds é uma empresa que estar presente com atendimento para...

Polícia Militar realiza a operação “Grande ABC mais Seguro” na área do CPA-M6

Foi realizada em 27 de abril de 2021 uma grande Operação Policial na cidade de Santo André, área do 10ª Batalhão Metropolitano, com o...

Segundo a Serasa Experian, foram feitos 754 pedidos no ano

Empresas procuraram outros meios para resolver os problemas trazidos pela pandemia

Os pedidos de falência se reduziram ao menor patamar em dez anos, de acordo com balanço divulgado pela Serasa Experian. Segundo a consultoria, foram feitas 754 solicitações de falência de janeiro a setembro. No mesmo período de 2019 foram registradas 1.100 pedidos. O número de falências em 2020 é ainda 50% menor do volume nos nove primeiros meses de 2011.

Para o economista da Serasa Experian. Luiz Rabi, a redução está ligada a uma mudança de comportamento no mercado. “O pedido de falência está caindo em desuso. Antes, quando uma empresa atrasava os pagamentos era muito comum o pedido de falência. Hoje, existem diversas ferramentas que a ajudam a evitar essa medida”, explica.

O período de isolamento social também é outro fato que, de acordo com o economista, faz com que as empresas busquem formas diferentes de resolver os seus problemas. “Estamos tendo um ano bem diferente em todos os sentidos. Com o isolamento social as empresas tiveram de se redescobrir e inovar, pensando em estratégias para sobreviverem num momento tão difícil”, acrescentou.

Com Agência Brasil

- Advertisement -

More articles

Latest article

Frederico Sanchez Resende diz que Subestação Ipê, em Goiás, beneficiará 84 mil moradores com fornecimento de energia

Dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apontam que o fornecimento de energia elétrica é um problema comum em todo o Brasil,...

Frederico Sanchez Resende: Pandemia trouxe grandes desafios para empresas de logística

Não somente a vida das pessoas está sendo impactada pela pandemia do novo Coronavírus. Os setores da economia, incluindo o segmento de logística e...

Hiperleds: a maior fábrica de luminárias com mais de 800 itens no catálogo Completo

Há dez anos no mercado e com mais de oitocentos itens no catálogo, a Hiperleds é uma empresa que estar presente com atendimento para...

Polícia Militar realiza a operação “Grande ABC mais Seguro” na área do CPA-M6

Foi realizada em 27 de abril de 2021 uma grande Operação Policial na cidade de Santo André, área do 10ª Batalhão Metropolitano, com o...

Victor Capixaba é o novo reforço do São Caetano

O Centroavante Victor Capixaba de 28 anos, ex jogador do VilaVelhense é o novo reforço do São Caetano-SP. A equipe paulista que recentemente contratou o...