15.7 C
Canoas
domingo, outubro 24, 2021

Mercado Livre vai deixar de anunciar e vender agrotóxicos

Must read

Temor de racionamento de energia acelera investimentos na fonte eólica no Brasil

São Paulo, setembro de 2021 – O baixo nível dos reservatórios é o principal tema na pauta do setor de energia. Na prática,...

Geração renovável suporta a demanda de energia no Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Referência no Brasil, Grupo Cash regulariza nome em até 30 dias

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

O Mercado Livre, um dos maiores sites de comércio eletrônico do país, não irá mais anunciar ou comercializar agrotóxicos em sua plataforma.

A decisão é parte de um compromisso firmado pela empresa na segunda-feira (25) com o Ministério Público do Paraná (MPPR), após uma investigação da Operação Webcida, deflagrada em 2018, ter apontado que a plataforma foi utilizada para a venda de defensivos, o que é proibido por lei.

Pelo acordo, a empresa se compromete a adotar, no prazo máximo de dois meses, medidas para identificar e remover de seu site qualquer forma de anúncio, exposição à venda ou comercialização de agrotóxicos.

Isso inclui os produtos que tenham descrição ou imagens que os caracterizem como agrotóxico, defensivo agrícola, pesticida, produto fitossanitário, inseticida, herbicida, fungicida, veneno, raticida, mata mato, mata tiririca, entre outros.

O Mercado Livre deverá ainda aprimorar os termos e condições gerais de uso do site, deixando clara a proibição da compra e venda de defensivos por meio da plataforma.

Operação Webcida

Outras três grandes empresas de e-commerce já firmaram compromisso semelhante com o MPPR, após investigações da Operação Webcida.

A ação teve como foco impedir a exposição à venda, na internet, de agrotóxicos de uso agrícola a qualquer consumidor e a comercialização desses produtos sem receita.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Temor de racionamento de energia acelera investimentos na fonte eólica no Brasil

São Paulo, setembro de 2021 – O baixo nível dos reservatórios é o principal tema na pauta do setor de energia. Na prática,...

Geração renovável suporta a demanda de energia no Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Referência no Brasil, Grupo Cash regulariza nome em até 30 dias

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

Vitória Lais: Expressividade no Tik Tok e Instagram

Após trancar o curso superior de fisioterapia no início da Pandemia de Covid-19, Vitória Lais, de 21 anos, entrou no mercado de digital influencer...