19 C
Canoas
sábado, julho 31, 2021

Médico de Bolsonaro erra e diz que vacina em teste contra Covid-19 matou voluntário brasileiro

Must read

Com ídolos do futebol, primeiro Torneio Internacional de Footgolf será no Guarujá

Várias lendas do futebol brasileiro participarão do evento a ser realizado no Guarujá O Footgolf é um esporte muito semelhante ao golfe, realizado em um...

Presidente do SCPE será jurado no concurso Comida di Buteco

O concurso Comida di Buteco, que teve quatro adiamentos no ano passado devido à pandemia, vai realizar o evento este ano, entre os dias...

Empresário Robson Ouro Preto assume a Diretoria de base do Sete de Setembro

O Sete de Setembro de Garanhuns segue se reforçando após a permanência na Série A1 do Campeonato Pernambucano e a base do clube é...

Luciano Szafir passa por cirurgia abdominal devido a complicações da Covid-19 e segue sedado

Foto: Reprodução/Internet O ator Luciano Szafir, de 52 anos, foi submetido a uma cirurgia abdominal nesta quarta-feira (07). Internado com Covid-19, ele foi intubado devido...

O cirurgião Antonio Luiz Macedo, médico do presidente Jair Bolsonaro, divulgou uma mensagem de áudio em que fala, erradamente, que a vacina contra Covid-19 matou um voluntário brasileiro que fazia parte dos testes. Na gravação de cinco minutos, que está circulando em grupos de WhatsApp, Macedo diz ainda que se for bem tratada, a Covid-19 não mata ninguém. “Os trabalhos tem que ser feito com mais seriedade, menos oba oba. De modo que não se admita que um médico de 28 anos de idade morra testando vacina. “, disse.

A afirmação de Macedo sobre a morte do médico voluntário, no entanto, não é verdadeira. O brasileiro João Pedro Feitosa, que fazia parte dos testes da vacina de Oxford, não recebeu o imunizante e morreu por complicações da Covid-19. Ele fazia parte do chamado grupo de controle, que recebe um medicamento sem efeito nenhum, como placebo, para comparar a eficácia e os efeitos colaterais em quem, de fato, tomou a vacina. Sem mencionar o nome do governador de São Paulo, Macedo também faz uma crítica a João Doria. Macedo diz, ainda, que os brasileiros não são cobaias de vacinas. Por fim, o cirurgião Antonio Luiz Macedo lembra que a Anvisa precisa autorizar o uso da vacina antes da aplicação.

*Com informações da repórter Nicole Fusco

- Advertisement -

More articles

Latest article

Com ídolos do futebol, primeiro Torneio Internacional de Footgolf será no Guarujá

Várias lendas do futebol brasileiro participarão do evento a ser realizado no Guarujá O Footgolf é um esporte muito semelhante ao golfe, realizado em um...

Presidente do SCPE será jurado no concurso Comida di Buteco

O concurso Comida di Buteco, que teve quatro adiamentos no ano passado devido à pandemia, vai realizar o evento este ano, entre os dias...

Empresário Robson Ouro Preto assume a Diretoria de base do Sete de Setembro

O Sete de Setembro de Garanhuns segue se reforçando após a permanência na Série A1 do Campeonato Pernambucano e a base do clube é...

Luciano Szafir passa por cirurgia abdominal devido a complicações da Covid-19 e segue sedado

Foto: Reprodução/Internet O ator Luciano Szafir, de 52 anos, foi submetido a uma cirurgia abdominal nesta quarta-feira (07). Internado com Covid-19, ele foi intubado devido...

Coletes de Futebol Personalizados e Coletes para Eventos

Coletes Personalizados são ideais para identificar e perceber pessoas em eventos, ações de marketing, feiras e esportes em geral. Os coletes podem conter a estampa...