11.8 C
Canoas
sexta-feira, maio 20, 2022

Lula ironiza pedido de visita a deputados: “Querem morar escondidos?”

Must read

Gkay estipula gasto de R$ 8 mi na Farofa: “Rock in Rio fora de época”

A influencer Gessica Kayane, mais conhecida como Gkay, revelou que deve gastar cerca de três vezes mais na edição da Farofa deste ano....

Câmara aprova MP que regulamenta ensino domiciliar

A Câmara aprovou na noite de na quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da...

Pastor acusado de aplicar golpe de 10 milhões está foragido

Um pastor é acusado de aplicar um golpe imobiliário no estado de Santa Catarina. De acordo com as investigações, o prejuízo pode...

Reinfecção de Covid se tornou mais comum com Ômicron, afirma estudo

Um estudo feito na Universidade Stellenbosch, na África do Sul, traz evidências de que a variante Ômicron do coronavírus é capaz de provocar reinfecções...

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou a reação de parlamentares bolsonaristas sobre o pedido feito a sindicalistas, para que eles procurassem deputados e familiares em casa, a fim pressionar sobre pautas de interesse dos trabalhadores. A fala gerou, inclusive, ameaças divulgadas pelas redes sociais com parlamentares dizendo que receberão sindicalistas e militantes petistas a bala.


Lula, que será lançado como candidado do PT à Presidência da República, disse considerar que o discurso é natural para quem não tem medo de conversar com o povo. E que muitos parlamentares só buscam estar no meio das pessoas na época da eleição e ironizou a reação dos bolsonarostas.

“Será que o deputado quer morar escondido?”, disse Lula em entrevista ao Jornal Jangadeiro, da Band News FM, de Ceará. “Não custa nada. O cidadão vai lá, bate palma, o deputado sai de forma civilizada, atende os eleitores, pergunta o que eles querem” recomendou.

“Lamentavelmente, me parece que tem deputado que não quer conversar com o povo só na época das eleições”, enfatizou.

Lula, por sua vez, manteve a postura. “É muito engraçado as pessoas tratarem uma fala que eu fazia quando era dirigente sindical como se fosse uma anormalidade”, disse o petista.

“Eu fui presidente da República e, muitas vezes, cheguei ao Palácio da Alvorada de madrugada. E tinha gente tinha gente esperando para reivindicar alguma coisa. Eu também parava para conversar no meu apartamento em São Bernardo do Campo, todo fim de semana”, exemplificou.

Segundo ele, a intenção era somente fazer as pessoas deixarem de gastar fortuna indo para Brasília fazer protesto. “Não custa nada o povo que está reivindicando bater na porta da casa dele, conversar de forma civilizada, debater um tema que vocês querem discutir para que vocês possam ser ouvidos por deputado”, analisou.

Lula também disse que os deputados deveriam agradecê-lo pela ideia. “Esse deputado, que durante as eleições fala que adora o povo, anda de carro aberto, anda junto povo. Esse pessoal que gosta até de chegar na campanha, tomar uma cachacinha com o povo”, ironizou.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Gkay estipula gasto de R$ 8 mi na Farofa: “Rock in Rio fora de época”

A influencer Gessica Kayane, mais conhecida como Gkay, revelou que deve gastar cerca de três vezes mais na edição da Farofa deste ano....

Câmara aprova MP que regulamenta ensino domiciliar

A Câmara aprovou na noite de na quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da...

Pastor acusado de aplicar golpe de 10 milhões está foragido

Um pastor é acusado de aplicar um golpe imobiliário no estado de Santa Catarina. De acordo com as investigações, o prejuízo pode...

Reinfecção de Covid se tornou mais comum com Ômicron, afirma estudo

Um estudo feito na Universidade Stellenbosch, na África do Sul, traz evidências de que a variante Ômicron do coronavírus é capaz de provocar reinfecções...

 Pastor Rafael Bello está na UTI

A pastora Natália Bello, esposa do pastor Rafael Bello, usou suas redes sociais na noite desta terça-feira (17/05), para informar que ele...