11.8 C
Canoas
sexta-feira, maio 20, 2022

Jovem preso por matar madrasta envia áudio ao pai: “Matei com gosto”

Must read

Gkay estipula gasto de R$ 8 mi na Farofa: “Rock in Rio fora de época”

A influencer Gessica Kayane, mais conhecida como Gkay, revelou que deve gastar cerca de três vezes mais na edição da Farofa deste ano....

Câmara aprova MP que regulamenta ensino domiciliar

A Câmara aprovou na noite de na quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da...

Pastor acusado de aplicar golpe de 10 milhões está foragido

Um pastor é acusado de aplicar um golpe imobiliário no estado de Santa Catarina. De acordo com as investigações, o prejuízo pode...

Reinfecção de Covid se tornou mais comum com Ômicron, afirma estudo

Um estudo feito na Universidade Stellenbosch, na África do Sul, traz evidências de que a variante Ômicron do coronavírus é capaz de provocar reinfecções...


O jovem suspeito de matar a própria madrasta a facadas na madrugada desta quinta-feira (12/5), em Maringá, no Paraná, avisou o pai sobre o crime por meio de um áudio enviado em um aplicativo de mensagens. O suspeito, de 24 anos, foi preso nesta manhã.

Neide Aparecida Ribeiro, de 45 anos, foi assassinada com mais de 20 facadas dentro da casa onde morava, no Jardim Madrid, em Maringá. O principal suspeito do crime é o enteado, que teria invadido o local.

De acordo com o pai do jovem, após cometer o crime, o rapaz enviou um áudio confessando ter assassinado a madrasta. Segundo ele, o motivo foi um desentendimento familiar.

“Vai pagar porque xingou minha mãe, ficou jogando roupa dentro de casa, tirando minha mãezinha idosa […]. Matei mesmo, matei com gosto, para acordar para a vida”, afirmou o jovem. 

A filha da vítima, de 10 anos, presenciou o assassinato. Ela disse que se escondeu debaixo de uma cama para não ser morta. Na mensagem enviada ao pai, o suspeito ainda afirmou que a vítima teve “sorte” por ele não ter matado a menina. 

O pai do jovem disse que trabalhava no momento do crime e foi avisado por Neide que a casa estava sendo invadida momentos antes dela ser morta.

“Eu saio todo dia às 3 da manhã para trabalhar na Ceasa, levo essa vida há 37 anos. Ela me ligou e disse que tinha gente mexendo no portão e na porta, e falou que achava que era ladrão. Aí vim voando com a moto, furei sinaleiro, quase caí, cheguei aqui em 10 minutos, e quando cheguei aqui me deparei com minha mulher morta”, disse.

Segundo ele, o filho tinha ciúme do relacionamento dele com a mulher e os dois brigavam constantemente. 

O rapaz foi preso horas depois por uma equipe da delegacia de homicídios de Maringá. O caso segue sendo investigado.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Gkay estipula gasto de R$ 8 mi na Farofa: “Rock in Rio fora de época”

A influencer Gessica Kayane, mais conhecida como Gkay, revelou que deve gastar cerca de três vezes mais na edição da Farofa deste ano....

Câmara aprova MP que regulamenta ensino domiciliar

A Câmara aprovou na noite de na quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da...

Pastor acusado de aplicar golpe de 10 milhões está foragido

Um pastor é acusado de aplicar um golpe imobiliário no estado de Santa Catarina. De acordo com as investigações, o prejuízo pode...

Reinfecção de Covid se tornou mais comum com Ômicron, afirma estudo

Um estudo feito na Universidade Stellenbosch, na África do Sul, traz evidências de que a variante Ômicron do coronavírus é capaz de provocar reinfecções...

 Pastor Rafael Bello está na UTI

A pastora Natália Bello, esposa do pastor Rafael Bello, usou suas redes sociais na noite desta terça-feira (17/05), para informar que ele...