17.2 C
Canoas
quinta-feira, maio 26, 2022

Johnson & Johnson afirma que sua vacina anticovid é eficaz contra variante Delta

Must read

ANS autoriza reajuste máximo de 15,5% em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou um reajuste de até 15,5% para os planos de saúde individuais e familiares regulamentados. O anuncio...

STJ: Atentado de menor contra os pais é causa de exclusão da herança

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a 3ª turma do STJ confirmou...

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...
Foto: Reprodução/Internet

A farmacêutica Johnson & Johnson disse, por meio de um comunicado nesta quinta-feira (01), que sua vacina de dose única (a vacina Janssen) contra o coronavírus é eficaz contra a variante Delta, altamente contagiosa e que vem preocupando o mundo, principalmente o continente europeu e a Índia.

Os anticorpos e as células do sistema imunológico de oito pessoas imunizadas com a vacina da J&J neutralizaram efetivamente a cepa Delta, identificada pela primeira vez na Índia, em abril deste ano.

Acreditamos que nossa vacina oferece proteção duradoura contra a covid-19 e provoca uma atividade neutralizante contra a variante Delta“, conta o diretor científico da J&J, Paul Stoffels. Já Mathai Mammen, diretor do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Janssen da Johnson & Johnson, disse que o imunizante ”gera uma forte resposta de anticorpos neutralizantes que não diminui, mas que, na verdade, observamos uma melhora com o tempo”.

A pesquisa foi submetida ao bioRxiv, um site de relatórios científicos ainda não publicados, no qual os autores ”podem colocar suas descobertas à disposição da comunidade científica e receber comentários sobre os rascunhos antes de enviá-los para os periódicos“, segundo o portal.

Vale lembrar que, de acordo com informações da EMA (Agência Europeia de Medicamento), duas doses de vacina também protegem contra a variante, que, no momento, ainda está ‘baixa’ no Brasil.

Fonte: Correio Braziliense.

- Advertisement -

More articles

Latest article

ANS autoriza reajuste máximo de 15,5% em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou um reajuste de até 15,5% para os planos de saúde individuais e familiares regulamentados. O anuncio...

STJ: Atentado de menor contra os pais é causa de exclusão da herança

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a 3ª turma do STJ confirmou...

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...