17.2 C
Canoas
quinta-feira, maio 26, 2022

Ex-secretário do Governo Alckmin, Marcio Abujamra Aith, está sendo acusado de tentativa de homicídio contra prostituta

Must read

ANS autoriza reajuste máximo de 15,5% em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou um reajuste de até 15,5% para os planos de saúde individuais e familiares regulamentados. O anuncio...

STJ: Atentado de menor contra os pais é causa de exclusão da herança

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a 3ª turma do STJ confirmou...

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

O ex-secretário do Governo de Geraldo Alckmin em São Paulo e ex-diretor executo de marketing e comunicação do São Paulo Futebol Clube, Marcio Abujamra Aith está sendo acusado de tentativa de homicídio contra uma prostituta que passou a noite com ele.

Abujamra também foi ex-assessor do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli e fez parte na última gestão do conselho de administração do São Paulo Futebol Clube (com presidente Leco), no qual ele é amigo pessoal da família.

De acordo com a revista Crusoé, o ex-assessor de Toffoli se envolveu em uma confusão que virou caso de polícia em São Paulo no início deste ano. Uma mulher que teria passado a noite com ele no dia 1º de janeiro, despencou do alto da rampa de acesso ao estacionamento do condomínio. Ela foi socorrida pelos bombeiros e teve que ser intubada em um hospital da cidade.

O ex-assessor afirmou aos policiais que atenderam a ocorrência que a prostituta teria se drogado e teria deixado o apartamento “ouvindo vozes” e se atirado da rampa, sendo assim uma tentativa de suicídio.

Mas, com o recolhimento do circuito de segurança do prédio, as autoridades descartaram essa possibilidade. O inquérito corre em segredo de Justiça, mas o PE News conseguiu, com exclusividade, ter acesso ao documento oficial do caso, porém pelo sigilo determinado pelas autoridades, não poderá veicula-los na matéria.

Tanto o ex-assessor, quanto a mulher serão ouvidos em depoimento.

- Advertisement -

More articles

Latest article

ANS autoriza reajuste máximo de 15,5% em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou um reajuste de até 15,5% para os planos de saúde individuais e familiares regulamentados. O anuncio...

STJ: Atentado de menor contra os pais é causa de exclusão da herança

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a 3ª turma do STJ confirmou...

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...