17.9 C
Canoas
quinta-feira, agosto 18, 2022

Euro passa a valer menos que 1 dólar pela primeira vez em 20 anos

Must read

GNT cancelou série

A série Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, baseada no best-seller de mesmo título de Gustavo Cerbasi, que tinha no elenco entre tantos Kéfera, João Vicente de...

Namorada de Seu Jorge anuncia gravidez do primeiro filho do casal

Karina Barbieri, namorada de Seu Jorge, anunciou que está grávida. No último domingo (14), a empreendedora compartilhou uma sequência de fotos celebrando o dia...

Empresa argentina low cost (preços baixos) pode operar em todo o Brasil

A Flybondi, companhia argentina de low cost, tem planos de operar voos domésticos no Brasil. A empresa já atua no país, mas apenas em...

Armando Babaioff se irrita com fake news sobre acidente

O ator Armando Babaioff, 41, fez uma dura crítica em seu Instagram sobre uma notícia que relatava que ele teria sofrido um grave acidente....

Em movimento de desvalorização, o euro chegou a valer menos que um dólar pela primeira vez em duas décadas nesta quarta-feira (13/7), depois do anúncio de inflação recorde nos Estados Unidos.

Por volta das 10h (horário de Brasília), a moeda europeia foi negociada a 0,998 dólar, nível mais baixo desde dezembro de 2002.

Após oscilar em queda, o índice retornou à paridade, segundo dados da Reuters. A moeda única da União Europeia caiu 0,4% nesta quarta, e soma um tombo superior a 10% este ano.

Operadores de câmbio lidam com um cenário marcado pelo aumento dos temores de uma recessão econômica na Europa — impulsionada por altos índices inflacionários e a possibilidade de uma crise energética ocasionada pela suspensão do fornecimento de gás russo.

Em contrapartida, a moeda dos EUA segue em alta por conta das expectativas de que o banco central dos Estados Unidos, o Federal Reserve (Fed), permaneça agressivo ao dar continuidade à elevação das taxas de juros, encorajando investidores a se refugiarem na moeda.

Inflação nos EUA

A inflação dos Estados Unidos subiu para 9,1% no acumulado de 12 meses encerrado em junho de 2022, segundo dados do Índice de Preços ao Consumidor (CPI) divulgados nesta quarta-feira (13/7).

Superando as expectativas de mercado — que apontavam uma alta de 8,8% — o dado acumulado dos últimos 12 meses atingiu o maior nível em mais de 4 décadas. Em comparação com o mês de maio, a alta foi de 1,3%, índice também maior do que o estimado.

Assim como no mês anterior, a inflação de junho sofreu forte influência do aumento de preços nos alimentos e combustíveis. Em junho, o preço médio do galão da gasolina nos Estados Unidos atingiu 5 dólares pela primeira vez na história.

- Advertisement -

More articles

Latest article

GNT cancelou série

A série Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, baseada no best-seller de mesmo título de Gustavo Cerbasi, que tinha no elenco entre tantos Kéfera, João Vicente de...

Namorada de Seu Jorge anuncia gravidez do primeiro filho do casal

Karina Barbieri, namorada de Seu Jorge, anunciou que está grávida. No último domingo (14), a empreendedora compartilhou uma sequência de fotos celebrando o dia...

Empresa argentina low cost (preços baixos) pode operar em todo o Brasil

A Flybondi, companhia argentina de low cost, tem planos de operar voos domésticos no Brasil. A empresa já atua no país, mas apenas em...

Armando Babaioff se irrita com fake news sobre acidente

O ator Armando Babaioff, 41, fez uma dura crítica em seu Instagram sobre uma notícia que relatava que ele teria sofrido um grave acidente....

Ex-marido de Britney Spears é condenado a dois meses de prisão após perseguição

Após ter invadido o casamento de Britney Spears e Sam Asghari, em junho, Jason Alexander, segundo ex-marido da cantora, foi condenado na última semana...