20.1 C
Canoas
quarta-feira, maio 25, 2022

Brasil registra 243 novas mortes e 11,8 mil novos casos de Covid-19

Must read

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

Mulher acusa pastor durante o culto: “Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade”

No último domingo (22), na cidade norte-americana de Warsaw, no Estado de Indiana, o reverendo John Lowe II disse que tinha uma...

Prefeitura de Canoas elimina 245 criadouros de Aedes aegypti em abril

A equipe de vigilância sanitária de Canoas segue combatendo o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Apenas no mês de abril, foram...

O Ministério da Saúde atualizou os números do novo coronavírus no Brasil nesta terça-feira, 3. De acordo com a pasta, nas últimas 24 horas foram registradas 243 novas mortes e 11.843 novos casos, totalizando assim 160.496 óbitos e 5.566.049 casos confirmados da doença desde o início da pandemia. Desse número, 5.028.216 pessoas já se recuperaram e outras 377.337 seguem em acompanhamento médico. A região com maior número de óbitos é o sudeste, sendo puxado por São Paulo, com 39,3 mil óbitos e 1,1 milhão de casos confirmados. Apesar disso, o Centro-Oeste é a região com maior número de mortes proporcionais registradas, batendo a marca de 91,4 óbitos para cada 100 mil habitantes.

O país registra mais 243 mortes por Covid-19 no dia em que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) permite a retomada da vacina desenvolvida pela farmacêutica Janssen-Cilag, da Johnson & Johnson, paralisada por mais de três semanas após um “evento adverso grave” ser registrado em um voluntário nos Estados Unidos. Ao todo, pelo menos 7,5 mil pessoas maiores de 18 anos devem fazer parte dos estudos no país. Até o momento, poucos voluntários foram vacinados no Rio de Janeiro. “Após avaliar os dados do evento adverso e as informações do Comitê Independente de Segurança, além de dados da autoridade regulatória norte-americana, a Anvisa concluiu que a relação benefício e risco se mantém favorável e que o estudo poderá ser retomado”, afirmou a Anvisa.

- Advertisement -

More articles

Latest article

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

Mulher acusa pastor durante o culto: “Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade”

No último domingo (22), na cidade norte-americana de Warsaw, no Estado de Indiana, o reverendo John Lowe II disse que tinha uma...

Prefeitura de Canoas elimina 245 criadouros de Aedes aegypti em abril

A equipe de vigilância sanitária de Canoas segue combatendo o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Apenas no mês de abril, foram...

Influencer Jesse Koz e seu cachorro morrem em acidente de carro nos EUA

O influencer Jesse Kozechen, o Jesse Koz, conhecido nas redes sociais por viajar o mundo com seu cachorro, Shurastey, em um Fusca 1978, morreu na última...