17.7 C
Canoas
quinta-feira, maio 26, 2022

Bolsonaro diz a assessores que nada muda na relação com os EUA até janeiro

Must read

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...
Bolsonaro diz que não vai mudar relação com os EUA até janeiro

Bolsonaro diz que não vai mudar relação com os EUA até janeiro

Apesar de adotar tom cauteloso e concordar com assessores que defendem uma maior definição sobre as eleições nos Estados Unidos antes de uma manifestação oficial do governo brasileiro, o presidente Jair Bolsonaro tem dito a interlocutores que, caso a vitória do democrata Joe Biden se confirme, ele não tem pressa em mudar o rumo da política externa brasileira em relação aos EUA ou fazer trocas em sua equipe.

Bolsonaro teria dito a assessores que Donald Trump é presidente pelo menos até 20 de janeiro e, até lá, nada muda no Brasil em relação à política externa.

Segundo uma pessoa próxima do presidente brasileiro, Bolsonaro flerta com a versão trumpista de que houve fraudes no pleito que favoreceram Biden, ideia que tem sido corroborada por apoiadores do núcleo mais ideológico.

Filho do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) replicou nesta quarta-feira (4) em uma rede social uma publicação de um blogueiro que afirmava haver fraudes nas eleições nos EUA. Eduardo apenas escreveu “estranho” ao replicar a postagem. Ele disse ainda que é preciso acompanhar reflexos para as eleições brasileiras de 2022. A postagem foi vista com maior gravidade no Congresso Nacional porque Eduardo também é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.

- Advertisement -

More articles

Latest article

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

Mulher acusa pastor durante o culto: “Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade”

No último domingo (22), na cidade norte-americana de Warsaw, no Estado de Indiana, o reverendo John Lowe II disse que tinha uma...