8.8 C
Canoas
sábado, maio 21, 2022

Adriane Galisteu pede desculpa após usar termo racista nas redes sociais

Must read

 Cantor gospel Jairo Bonfim sofre acidente de carro

O cantor gospel Jairo Bonfim sofreu um acidente de carro na manhã desta quinta-feira (19). O veículo, onde ele estava, bateu em um animal...

Bolsonaro alfineta Moraes e diz que “fake news não existe”

Ao comentar ações de magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, em entrevista ao jornal Correio da Manhã, de...

Gkay estipula gasto de R$ 8 mi na Farofa: “Rock in Rio fora de época”

A influencer Gessica Kayane, mais conhecida como Gkay, revelou que deve gastar cerca de três vezes mais na edição da Farofa deste ano....

Câmara aprova MP que regulamenta ensino domiciliar

A Câmara aprovou na noite de na quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da...

Adriane Galisteu usou suas redes sociais na tarde para pedir desculpa após usar o termo “ama de leite” ao comentar uma publicação de Nanda Costa. Na mensagem, a apresentadora havia escrito que durante a amamentação “tinha ama de leite ajudando a lidar”, termo é uma expressão que remete à escravidão.

Em vídeos publicados nos stories do Instagram, a comunicadora reconheceu o erro e afirmou que não é racista. “Passando para pedir desculpa por um termo errado, inadequado que eu usei quando estava falando sobre amamentação em um post da Nanda Costa. A quem eu magoei, me perdoe pela minha ignorância”, afirmou.

“Não adianta que não vou vestir um terno que não cabe em mim. Se tem um terno que não veste em mim é o de racista e preconceituosa. Essa não sou eu e esse terno eu não visto de jeito nenhum”, desabafou.

A polêmica surgiu quando a atriz fez uma publicação na rede social, questionando as internautas sobre os maiores desafios que enfrentaram na maternidade. Nos comentários, a mãe de Vittorio, de 11 anos, falou sobre a amamentação e citou o termo “ama de leite”, que se refere às escravas que alimentavam os filhos das mulheres brancas quando elas não conseguiam produzir o leite materno.

“Eu fui toda animada e feliz, quando me dei conta tinha ama de leite em casa me ajudando a lidar. Não foi fácil, não”, escreveu Galisteu, que rapidamente recebeu uma enxurrada de críticas nas redes. (Uai)

- Advertisement -

More articles

Latest article

 Cantor gospel Jairo Bonfim sofre acidente de carro

O cantor gospel Jairo Bonfim sofreu um acidente de carro na manhã desta quinta-feira (19). O veículo, onde ele estava, bateu em um animal...

Bolsonaro alfineta Moraes e diz que “fake news não existe”

Ao comentar ações de magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, em entrevista ao jornal Correio da Manhã, de...

Gkay estipula gasto de R$ 8 mi na Farofa: “Rock in Rio fora de época”

A influencer Gessica Kayane, mais conhecida como Gkay, revelou que deve gastar cerca de três vezes mais na edição da Farofa deste ano....

Câmara aprova MP que regulamenta ensino domiciliar

A Câmara aprovou na noite de na quarta-feira (18) o texto-base do projeto de lei (PL) 3.179 de 2012, que regulamenta a prática da...

Pastor acusado de aplicar golpe de 10 milhões está foragido

Um pastor é acusado de aplicar um golpe imobiliário no estado de Santa Catarina. De acordo com as investigações, o prejuízo pode...