15.7 C
Canoas
domingo, outubro 24, 2021

Suplente assume vaga de Arolde de Oliveira no Senado; parlamentar morreu vítima da Covid-19

Must read

Temor de racionamento de energia acelera investimentos na fonte eólica no Brasil

São Paulo, setembro de 2021 – O baixo nível dos reservatórios é o principal tema na pauta do setor de energia. Na prática,...

Geração renovável suporta a demanda de energia no Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Referência no Brasil, Grupo Cash regulariza nome em até 30 dias

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...
Carlos Portinho (ao centro, sem máscara) toma posse como senador pelo estado do Rio de Janeiro — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado 1 de 1
Carlos Portinho (ao centro, sem máscara) toma posse como senador pelo estado do Rio de Janeiro — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Carlos Portinho (ao centro, sem máscara) toma posse como senador pelo estado do Rio de Janeiro — Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Carlos Portinho (PSD-RJ) assumiu nesta terça-feira (3), durante sessão do Senado, a vaga aberta com a morte do senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ).

Eleito para o Senado em 2018, Arolde faleceu aos 83 anos, no dia 21 de outubro, vítima da Covid-19, no Rio de Janeiro.

Defensor do uso da cloroquina no tratamento contra a doença, Arolde, em abril, chegou a fazer postagens criticando o isolamento social recomendado por especialistas para evitar a disseminação do coronavírus.

Senador Arolde de Oliveira morre de Covid-19, aos 83 anos

Senador Arolde de Oliveira morre de Covid-19, aos 83 anos

Portinho é advogado e atuou como subsecretário de Habitação do Rio de Janeiro na gestão de Eduardo Paes.

O senador recém-empossado tem 47 anos e era o primeiro suplente na chapa encabeçada por Arolde, eleita em 2018. O mandato de Portinho, portanto, vai até fevereiro de 2027.

No discurso de posse, Carlos Portinho se solidarizou com as mais de 160 mil mortes provocadas pelo coronavírus no Brasil. Ele também lembrou a trajetória de Arolde na política.

Durante pronunciamento, Portinho disse que estava assumindo o mandato “com profundo pesar” pela perda do companheiro de política.

“Vossas excelências alcançaram o Senado e desembarcaram em Brasília, para a festa da posse, em 2019, comemorando a merecida vitória nas urnas. Eu, por minha vez, assumo hoje com profundo pesar. Quisera eu fosse de outra forma, mas Deus reserva a cada um de nós o seu destino”, afirmou Portinho.

“Não me assusta o Senado; assusta-me substituir Arolde de Oliveira, porque não se substitui a história. O senador Arolde se insere para sempre no rol dos grandes homens públicos deste país”, acrescentou.

Próximo ao deputado Hugo Leal (PSD-RJ), que participou da cerimônia de posse junto com o governador em exercício do Rio Cláudio Castro, Carlos Portinho concorreu à Câmara dos Vereadores do Rio em 2016, mas não foi eleito.

À Justiça Eleitoral, Portinho declarou ter, em 2018, R$ 2,5 milhões em bens. Em 2016, declarou pouco mais de R$ 1 milhão de patrimônio.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Temor de racionamento de energia acelera investimentos na fonte eólica no Brasil

São Paulo, setembro de 2021 – O baixo nível dos reservatórios é o principal tema na pauta do setor de energia. Na prática,...

Geração renovável suporta a demanda de energia no Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre...

Com propostas em mãos, ex-auxiliar do Real Madrid e ex-técnico do Flu está muito próximo de acertar com time brasileiro

O treinador fez grande trabalho no Palmeiras e chegou a ser auxiliar de Luxemburgo no Real Madrid De volta ao futebol brasileiro, o técnico Paulo Campos já...

Referência no Brasil, Grupo Cash regulariza nome em até 30 dias

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

Vitória Lais: Expressividade no Tik Tok e Instagram

Após trancar o curso superior de fisioterapia no início da Pandemia de Covid-19, Vitória Lais, de 21 anos, entrou no mercado de digital influencer...