26.3 C
Canoas
sábado, fevereiro 27, 2021

Saúde anuncia plano de R$ 1,5 bi para ampliar unidades de vigilância

Must read

Grupo Cash ajuda na regularização do CNPJ; saiba como

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

16 capitais têm multa para a falta de máscara; são mais de 8 mil punições aplicadas em todo o país

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório no Brasil. Objetivo é diminuir a transmissão da Covid-19, que ocorre principalmente pelo ar. Especialista diz...

Gilberto, do BBB21, é aprovado em segundo PhD nos Estados Unidos

Doutorando em Economia, o pernambucano Gilberto Nogueira vai ter mais uma surpresa quando deixar o BBB21. O brother conquistou mais uma bolsa para PhD, na University of California, Davis. A informação...

Contar o tempo ou calorias gastas?

Foram elencadas pessoas que se alimentavam em média por 15 h por dia. Eles foram divididos em 2 grupos: um grupo que passou a...

O Ministério da Saúde anunciou na quinta-feira (29) um plano de fortalecimento da vigilância epidemiologia em meio a pandemia, A ideia é gastar cerca de R$ 1,5 bilhões para preparar a rede de saúde para atuar em situações de emergência no futuro. Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, esse vai ser o maior investimento da história no setor. Como a Covid-19 ainda é uma doença nova, a recomendação permanece: procurar atendimento médico logo nos primeiros sintomas. “Ao procurar o seu medico, ele vai fazer uma conduta precoce. Depois disso, ele pode mitigar muito a progressão da doença”, explicou.

O Brasil é hoje o terceiro país no mundo com mais casos da doença, atrás apenas dos EUA e da Índia. Segundo o governo, no entanto, fica em 20º lugar quando se trata da incidência na população. O Ministério notificou que há uma redução de cerca de 20% nas mortes nos últimos 15 dias, mas ou números ainda preocupam. O país tem hoje 5.494.376 casos confirmados, sendo 26 mil notificados nas últimas 24 horas. Já foram 158.969 vítimas fatais, sendo 513 notificações de óbitos no último dia. O secretário Arnaldo Medeiros não descarta que a situação pode mudar e a possiblidade do Brasil enfrentar uma segunda onda.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin

- Advertisement -

More articles

Latest article

Grupo Cash ajuda na regularização do CNPJ; saiba como

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

16 capitais têm multa para a falta de máscara; são mais de 8 mil punições aplicadas em todo o país

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório no Brasil. Objetivo é diminuir a transmissão da Covid-19, que ocorre principalmente pelo ar. Especialista diz...

Gilberto, do BBB21, é aprovado em segundo PhD nos Estados Unidos

Doutorando em Economia, o pernambucano Gilberto Nogueira vai ter mais uma surpresa quando deixar o BBB21. O brother conquistou mais uma bolsa para PhD, na University of California, Davis. A informação...

Contar o tempo ou calorias gastas?

Foram elencadas pessoas que se alimentavam em média por 15 h por dia. Eles foram divididos em 2 grupos: um grupo que passou a...

Como reduzir gordura abdominal?

Uma pesquisa realizada pela escola de saúde pública da Universidade de Harvard resolveu estudar esses dois tipos de exercício com foco na composição corporal,...