27.8 C
Canoas
domingo, março 7, 2021

Prévia da inflação atinge maior resultado para outubro desde 1995

Must read

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Pessoas usando roupas e equipamentos de proteção contra o coronavírus Sars-CoV-2 andam em meio a túmulos de vítimas da Covid-19 no cemitério Nossa Senhora...

Grupo Cash ajuda na regularização do CNPJ; saiba como

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

16 capitais têm multa para a falta de máscara; são mais de 8 mil punições aplicadas em todo o país

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório no Brasil. Objetivo é diminuir a transmissão da Covid-19, que ocorre principalmente pelo ar. Especialista diz...

Gilberto, do BBB21, é aprovado em segundo PhD nos Estados Unidos

Doutorando em Economia, o pernambucano Gilberto Nogueira vai ter mais uma surpresa quando deixar o BBB21. O brother conquistou mais uma bolsa para PhD, na University of California, Davis. A informação...

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta segunda-feira, 2, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) do mês de outubro. A prévia da inflação foi de 0,94%, maior resultado para o mês desde 1995. A alta foi causada, principalmente, pelo preço dos alimentos e bebidas (2,24%). O índice foi puxado pelas carnes (4,83%), na quinta alta consecutiva. Em seguida, pelas altas do óleo de soja (22,34%), do arroz (18,48%), do tomate (14,25%) e do leite longa vida (4,26%). Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito apresentaram alta. A segunda maior variação veio dos Artigos de Residência com 1,41%, cujos preços subiram pelo sexto mês consecutivo. Todos os itens que compõem o grupo apresentaram alta.

Em seguida, vem o grupo de Transportes com variação mensal de 1,34%. A alta foi impulsionada pelo aumento no preço das passagens aéreas, que subiram 39,90%. A gasolina apresentou alta de 0,85%, mas o resultado foi melhor do que o registrado em setembro (3,19%). Apenas a Educação observou queda no mês de outubro, com variação de -0,02%. Em 2020, o índice acumula alta de 2,31%. Nos últimos 12 meses, o acumulado foi de 3,52% frente aos 2,65% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.

- Advertisement -

More articles

Latest article

Adultos infectados com a variante identificada em Manaus têm 10 vezes mais vírus no corpo, aponta Fiocruz

Pessoas usando roupas e equipamentos de proteção contra o coronavírus Sars-CoV-2 andam em meio a túmulos de vítimas da Covid-19 no cemitério Nossa Senhora...

Grupo Cash ajuda na regularização do CNPJ; saiba como

O Grupo Cash é referência no setor de créditos no Brasil e tem todos os métodos para aumento do Score para quem está negativo...

16 capitais têm multa para a falta de máscara; são mais de 8 mil punições aplicadas em todo o país

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório no Brasil. Objetivo é diminuir a transmissão da Covid-19, que ocorre principalmente pelo ar. Especialista diz...

Gilberto, do BBB21, é aprovado em segundo PhD nos Estados Unidos

Doutorando em Economia, o pernambucano Gilberto Nogueira vai ter mais uma surpresa quando deixar o BBB21. O brother conquistou mais uma bolsa para PhD, na University of California, Davis. A informação...

Contar o tempo ou calorias gastas?

Foram elencadas pessoas que se alimentavam em média por 15 h por dia. Eles foram divididos em 2 grupos: um grupo que passou a...