17.2 C
Canoas
quinta-feira, maio 26, 2022

Pazuello continua em hospital no DF após ser internado por desidratação

Must read

ANS autoriza reajuste máximo de 15,5% em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou um reajuste de até 15,5% para os planos de saúde individuais e familiares regulamentados. O anuncio...

STJ: Atentado de menor contra os pais é causa de exclusão da herança

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a 3ª turma do STJ confirmou...

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, continua internado no hospital particular DF Star, em Brasília, de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo o comunicado, ele passou por uma avaliação clínica e está bem, com quadro de saúde estável e em processo de hidratação. Ainda segundo o ministério, não houve necessidade de suplementação de oxigênio e ele deve permanecer no hospital até este domingo, quando passará por uma nova avaliação. O general, que foi diagnosticado com Covid-19 há dez dias, deu entrada no DF Star na sexta-feira à noite. A instituição é uma das mais conceituadas do Distrito Federal e recebeu outras autoridades com Covid, como o governador Ibaneis Rocha.

Até esta sexta-feira, Pazuello estava cumprindo isolamento em um hotel de trânsito dos oficiais, no Setor Militar Urbano, na capital federal, e sentiu febre e dor de cabeça. No hospital, ele se submeteu a exames de acompanhamento do tratamento da Covid-19 para hidratação e acompanhamento médico, segundo nota do ministério. O procedimento faz parte da conduta indicada pela equipe médica do ministro.

Pazuello costumava comparecer a eventos públicos sem máscara antes de contrair a doença. No último dia 22, o presidente Jair Bolsonaro fez uma visita ao ministro no hotel em que ele estava hospedado, após tê-lo desautorizado publicamente, cancelando o acordo para compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida na China. Na ocasião, os dois gravaram um vídeo sem máscaras, apesar de o ministro estar contaminado. No vídeo, Pazuello disse que tomou o “kit completo” contra o coronavírus, incluindo a hidroxicloroquina, medicamento defendido por Bolsonaro, mas que não tem comprovação científica de eficácia contra a doença. O ministro chegou a dizer que estava “zero bala”, e Bolsonaro afirmou que Pazuello era “mais um caso concreto” de que o uso da hidroxicloroquina “deu certo”.

*Com informações do Estadão Conteúdo

- Advertisement -

More articles

Latest article

ANS autoriza reajuste máximo de 15,5% em planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou um reajuste de até 15,5% para os planos de saúde individuais e familiares regulamentados. O anuncio...

STJ: Atentado de menor contra os pais é causa de exclusão da herança

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a 3ª turma do STJ confirmou...

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...