17.7 C
Canoas
quinta-feira, maio 26, 2022

Corretora de seguros gaúcha se associa a grande grupo empresarial catarinense

Must read

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

África Seguros passa a ser administrada pela Hatteras, de Itajaí

Weber assegura que estão previstos investimentos para expansão da corretora na região Sul

A corretora gaúcha África Seguros anunciou nesta terça-feira (27) a associação a um grande grupo empresarial catarinense, o que culmina com a mudança de nome para Hatteras e também do formato da operação. A empresa passa a ser administrada pela holding Haterras e ganha nova sede, na cidade de Itajaí (SC). Rafael Weber, fundador da África Seguros, segue à frente da nova operação, que tem a entrada do novo sócio – o grupo empresarial catarinense que conta com mais de 500 funcionários e tem entre suas operações a PAC LOG, maior empresa privada de logística aeroportuária do Brasil com terminais nos aeroportos de Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo, Goiás e Pernambuco; e o Grupo GMO, referência nacional no setor de terceirização de mão de obra com atuação nas áreas de limpeza profissional, segurança patrimonial, serviços de apoio especializados e terceirização de processos.

“A empresa está mudando inteira, por dentro e por fora, com um modelo de negócio inovador. A história do mundo está sendo reescrita no Vale do Silício e na China. Queremos reescrever a história dos seguros corporativos no Brasil”, antecipa Rafael Weber, Head de Negócios da Hatteras. Nos últimos anos, o empreendedor se dedicou a entender os modelos de gestão utilizados por empresas do Vale do Silício e da China. Decidido a sair do comum, em agosto de 2018 fundou a África Seguros, em Porto Alegre, atuando com uma proposta de trabalho exclusivo ancorada no mantra “cliente no centro” (customer centric). Com acesso facilitado e forte relacionamento com o mercado de seguros brasileiro e internacional, uniu inteligência e conhecimento, buscando identificar com antecedência as discussões de mercado, personalizando o conteúdo para cada risco e, assim, ajudando os clientes a executarem com confiança suas estratégias de negócios.

“Queremos entender profundamente as necessidades das empresas e garantir contratos muito bem elaborados. As corretoras de seguros se sustentam na falta de informação dos clientes. Entendemos que, mais do que ter, as empresas precisam dominar o seu seguro. Queremos empoderá-las com conhecimento e construir uma relação com transparência. Só iremos sentir que ganhamos quando todos ganharem. Essa será a nossa estratégia de crescimento”, pontua Weber, acrescentando que estão previstos investimentos para expansão da corretora na região Sul.

- Advertisement -

More articles

Latest article

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

Mulher acusa pastor durante o culto: “Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade”

No último domingo (22), na cidade norte-americana de Warsaw, no Estado de Indiana, o reverendo John Lowe II disse que tinha uma...