17.7 C
Canoas
quinta-feira, maio 26, 2022

52% dos brasileiros trocariam de emprego por trabalho remoto, aponta pesquisa

Must read

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

O que era pra ser temporário tomou lugar na rotina da analista de produto digital Isabella Recco. E já são sete meses trabalhando de casa, na cidade de Rolândia, no interior do Paraná. Todo o processo de contratação foi através da internet. O trabalho remoto já vinha em ascensão no Brasil, especialmente nas grandes capitais. Mas ganhou uma força em março, quando a pandemia da Covid-19 chegou no país e muitas empresas foram obrigadas a adotar a nova modalidade coorporativa para manter a produtividade em dia.

É o que indica uma pesquisa realizada pela Salesforce, com mais de 20 mil pessoas de 10 países. Por aqui, 57% dos brasileiros disseram que conseguiriam trabalhar remotamente se as empresas oferecessem suporte tecnológico — e 52% dos trabalhadores responderam que trocariam de emprego por um trabalho remoto. Trabalhar à distancia usando as ferramentas virtuais não impediu reuniões e fechamento de negócios. Muito pelo contrário, uma vez que não há necessidade de deslocamento para um escritório físico.

Marcelo Lica é sócio fundador de uma empresa de auditoria e consultoria, que está há mais de 20 anos no mercado. Ele conta que, dos 300 funcionários, 80% está trabalhando em home office em escalas alternadas. Ele acredita que o fim das fronteiras físicas do trabalho está ajudando a tornar as vagas mais inclusivas dando oportunidades para novos talentos — vantagem tanto para quem contrata quanto para quem busca entrar no mercado.

*Com informações da repórter Hanna Beltrão

- Advertisement -

More articles

Latest article

O conselho de Bill Gates

Ao ser questionado por um jovem sobre o que fazer para causar um impacto positivo no mundo, o bilionário Bill Gates respondeu: “Leia um...

Bolsonaro sanciona, com vetos, prorrogação do Pronampe até fim de 2024

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com um veto, o projeto que altera as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de...

STJ: Arma branca pode fundamentar majoração da pena-base

Colegiado determinou que, embora não configure mais causa de aumento para o crime de roubo, o emprego de arma branca poderá ser...

Governo admite pagamento de seguro-desemprego a mortos e culpa sistema

O Ministério do Trabalho e da Previdência admitiu que pode ter pagado seguro-desemprego a pessoas que já morreram. A pasta explica...

Mulher acusa pastor durante o culto: “Tinha 16 anos quando você tirou minha virgindade”

No último domingo (22), na cidade norte-americana de Warsaw, no Estado de Indiana, o reverendo John Lowe II disse que tinha uma...